Mulheres que não dão crédito à mulheres



    Ultimamente tenho pensado tanto na minha vida, não sei se é porque os 3.0 se aproxima ou se é pela fase pesada que tenho passado, mas isso é assunto pra outra hora.
    Hoje o que me irritou mesmo, e que há tempos venho reparando é na falta de crédito que as mulheres dão às outras mulheres. 
    Vou dar o exemplo que acontece comigo, porque é o que eu tenho, não vou generalizar, porque não são todas as mulheres que fazem isso. 
    Bom, eu trabalho desde os 14 anos, iniciei meu curso na universidade com 17, fui morar sozinha com 18, tive meu primeiro filho com 21, continuei trabalhando e estudando, tive meu segundo filho com 23, continuei trabalhando e estudando. 
    Aí, no meio disso tudo, me casei, nesses tempo dos 17 aos 29 (hoje), 3 vezes, sendo que nesse último, a família não tem a cultura de ter uma graduação (não que isso rotule alguém), mas para dar contexto a história. Porém, por motivos por mim desconhecidos, esse cara (que eu amo) é idolatrado pela própria família, desde os mais velhos até os mais novos. Aí, eu chego com toda minha independência, com toda minha construção de vida sozinha, nessa família, acreditando que irão reconhecer tudo que construí antes de me relacionar com ele. Mas para minha confusão mental, não.
    Por exemplo, meu carro, que comprei antes de conhecê-lo, passou a ser "o carro do (fulano)", minha casa que comprei no mês que começamos a namorar, passou a ser "a casa do (fulano)", quando dou ideias ou respostas para problemas, quando sugiro algo interessante que todos concordam, dizem "o (fulano) falou que..." e falam o que EU falei...
    Já faz tempo que isso acontece, já falei algumas vezes com todas as letras que não foi o "fulano", cheguei até a ser arrogante, coisa que odeio ser, mas queria ser reconhecida pela minha história de vida, pela minha inteligência. 
    Não sei se entenderão, mas a maioria desses familiares, são mulheres. Ai, tenho medo de julgar, dizendo que na vida delas os homens sempre foram o centro de tudo, e na minha não, por isso agem assim, isso seria uma explicação, mas eu queria tanto que as pessoas tivessem empatia umas com as outras, poxa se não foi o "fulano" que falou, que deu a ideia que todos gostaram, por que dizer que foi? Não sabem o meu nome? Não entendo, isso me deixa pensativa, me traz uma energia pesada sabe, de querer falar e não conseguir me fazer entender. 
   Outra coisa é isso, não conseguir falar, e ser sempre interrompida, como se não importasse o que estou querendo dizer, mas isso é outra história rs

Desculpem o desabafo caso alguém leia, nem sei se alguém irá ler, o Blog não tem visualizações a tempos, então, achei que era o melhor lugar para desabafar...

Nenhum comentário