Featured Slider

Decoração simples de Natal

Imagem relacionada

Oiii gente sei que está um pouco em cima da hora, mas que brasileiro não deixa tudo pra última hora não é mesmo ? rsrs

Vim trazer algumas ideias lindas e simples pra decorar sua casa no Natal, e quem já decorou e gostar dá pra dar aquela incrementada no visual não é mesmo?!

Imagem relacionada
Uma guirlanda linda feita de laços, olha que simples e que lindo ficou.... Os convidados vão amar!
Resultado de imagem para decoraçao simples de natal
Para os mais descolados, olha que charme essas garrafas vazias com pisca pisca dentro.... muito criativo e legal não acham?! 
Resultado de imagem para decoraçao simples de natal
Olha que graça essas velas, são velas simples e foi colado canela em pau em volta, e amarrado com uma fita, fica lindo para colocar na mesa da ceia....
A árvore de Natal com balas encanta também os adultos
E essa árvore de Natal de balas? Você pode fazer o rolinho com papelão ou papel cartão (algo que seja duro para ficar em pé) e vai colando as balas. Pode colocar na mesa também para os convidados comerem após a ceia. 

Resultado de imagem para decoraçao simples de natal
Olha que simples, você pegar um vidro que tenha em casa e colocar bolas de Natal, daquelas que coloca na árvore de Natal mesmo sabe... Lindo né...

Então é isso, espero que tenham gostado das ideias, coloquei coisas simples e fáceis de fazer. 

Um Feliz Natal à todos vocês, que a paz de Deus reine em suas famílias. 
Mil beijoooos 

Mudanças no Blog

Resultado de imagem para se valorize

Preciso vir dar uma explicação sobre algumas mudanças nos caminhos que o Blog está tomando.
Sei que ainda não somos famosos rs, mas um leitor que seja é muito importante pra mim e merece uma justificativa.

Sempre pautei os assuntos do Blog em coisas "superficiais", necessárias, mas superficiais, ainda falarei sobre os resenhas, produtos e dicas, mas percebi que as mulheres precisam de mais do que isso, afinal já tem tanta gente dizendo como fazer, como ser, o que comprar, como usar, o que vestir. Não queria ser mais uma na multidão.

Somos feitas de carne e osso, defeitos e inseguranças, e às vezes nos sentimos sozinhas nos assuntos que mais importam. Resolvi então, mostrar também minhas fragilidades, meus defeitos e pensar juntas, como melhorar cada coisa que precisa ser melhorados em nós. Não fisicamente, mas sim, por dentro.

Uma mulher, ou homem, segura de si, pronta pra viver, não precisa de maquiagem, não precisa de máscaras, não precisa de tendências para ser feliz. Ser quem é já basta.

Ainda não me sinto assim essa mulher cheia de si, mas sim, estou lutando pra isso.

Se você já se sente pronta, sem inseguranças, me conte como se sente, como pensa sobre isso.

Se você, assim como eu, não se sente pronta, vamos juntas rs, e me conte o que se passa na sua vida.

Quero mais que seguidores, mais que leitores, quero amigos.

Vamos avançar juntos?

Miiiil beijos à todos, até a próxima.

Desafio: 30 dias para melhorar sua auto estima




Mas tenho um desafio para você. Durante 30 dias teremos tarefas a serem cumpridas, inclusive por mim, que ajudará nesse processo de melhora na sua auto estima. E aí, topa?

Vou preparar com muito carinho e muito estudo, atividades diárias que ajudem nessa tarefa, mas não pode parar na metade, não pode pular atividades ok?! rsrs

Logo posto novidades sobre isso pra vocês aqui no Blog pra acompanhar vocês de pertinho...

Sobre ser mãe

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, filhos, mãe e filhos, casal de filhos,

Eu sempre quis ser mãe....
Sempre quis um casal de filhos....
Cuidado com o que pede rs
Me dei conta de que tudo que pedi a Deus eu conquistei, com a graça Dele. 
Mas também me dei conta de que não sei o que peço. Não aprendi a não pedir nada, e deixar que fosse feita a Vossa vontade rs....

Sobre ser mãe


Durante esses últimos meses, estou me vendo mais madura, mais velha rs, mais segura, ou talvez mais insegura. Percebo o quanto eu demorei pra me tornar a mulher que sou hoje. 
Ser mãe fez parte desse caminho que percorri, me fez mudar sem que eu me desse conta. 

Juro que é o maior amor desse mundo, só perde para o amor de Deus por nós. Um amor que dói, um amor quase que animal, um amor instintivo. Mas é certo que nem tudo são flores. Quanta coisa abri mão para ser, de verdade, mãe. Afinal, ser mãe é uma coisa e ser MÃE é outra. Não que perca seu mérito, mas uma é consideravelmente mais fácil do que a outra.

Poderia citar exemplos, mas é melhor não hehe....

Hoje percebo que estou bem cansada. A rotina de uma mãe não é fácil. De uma mãe que trabalha fora então, menos ainda. Às vezes quero sumir rs, às vezes quero gritar, às vezes só respiro fundo.... Não é fácil, acredito que por isso esse amor é imenso, pois se não fosse desistíamos rs. Claaaro que não vou entrar em méritos de mães que abandonam, matam e coisa e tal.... Não cabe à mim julgar. Falo sobre mães normais rs....

Moro com meu marido, e meus filhos. Cuido deles todos os dias, 24 horas por dia, levo e busco na escola, faço almoço e janta, lavo e passo a roupa, essas coisas. E sou professora meio período. Aos finais de semana continuamos nossa rotina, nada muda. Eles estão sempre comigo. É bem cansativo. 

Engraçado que hoje eu percebo que, só temos 1 vida.
Falando assim parece óbvio né, mas não é. As escolhas que fiz em algum momento da minha vida, não volta atrás. Está feito. Eu escolhi ter meus filhos, não foram por descuido, eu os quis. Não me arrependo, pois hoje já sou mãe, hoje já amo, hoje morro por eles. Mas, se eu voltasse no tempo não teria optado por ser mãe. (Nossa Fernanda, que horror), gente isso não que dizer que não os amo, afinal se voltasse no tempo eles não existiriam e eu teria uma chance de adiar tudo isso. Eu teria os mesmos dois filhos, mas não da forma que foi, não sem a maturidade que eu tenho hoje. 

Mas pensando bem, ponderando como uma boa libriana rs, talvez também aquela história de que, "nasce um filho, nasce junto uma mãe" seja verdade. Talvez eu nunca estivesse preparada pra ser mãe até eu ser de fato. 

Tenho dois filhos incríveis, lindos e perfeitos. São minha vida. Mas me deixaram muitos cabelos brancos desde que os tive rsrs.... Mas amo cada fio.

Quem ai já é mãe?
Me conte sua experiência...


Miil beijos a todos.... até a próxima.


Cuidados com os cabelos na piscina

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, nadando e piscina

Nesse calor sabemos que não resistimos a uma piscina, e quando temos ela aliada a práticas esportivas, mais ainda não é?! 
Os cabelos sofrem o o cloro sim. 
Vou te contar o por quê, e te ajudar a cuidar dos cabelos para que os fios não sofram tanto. 

Qual relação do cloro com os danos aos fios?


Na verdade o cloro utilizado para limpeza da piscina não é o grande vilão. Na verdade ele só danifica os fios quando se une a água. O cabelo absorve essa água com cloro, fazendo com que suas escamas se abram e os fios inchem, fiquem ásperos e quebradiços.

O que podemos fazer antes de entrar na piscina?


Antes de entrar na piscina é importante que aplique um protetor térmico para que ele sele os fios antes de entrar em contato com o cloro. Porém alguns lugares proíbem o uso desses produtos, então utilize protetor solar próprio para cabelos e vitamina E, que impermeabiliza os fios antes de entrar na água.

O que fazer depois da piscina?


O ideal é que reduza o tempo de ação do cloro no cabelo, ou seja, lave ele assim que possível. Outra dica legal é que utilize produtos que fechem as escamas dos fios, um produto caseiro que faz esse trabalho, e muito bem, é o vinagre, por conta do seu Ph ele fecha as escamas dos fios. Mantenha as pontas sempre hidratadas para que elas não tenham necessidade de absorver água, e acabe absorvendo água com cloro. 

Em último caso


Se nada disso der certo, uma cauterização no salão resolve, ela recupera rapidamente os fios danificados. Mas só use esse procedimento se seus cabelos estiverem mesmo quebrados e danificados, pois do contrário pode ocorrer o efeito rebote, ou seja, ele ficará ainda mais endurecido e aí sim quebrará devido a grande quantidade de proteínas e nutrientes em sua composição. 

Depois dessas dicas mergulhe à vontade na piscina!!!


Espero ter ajudado, me contem as experiências de vocês!
Miil beijos à todos!!

Síndrome do Pânico

Oii meninas, vim contar pra vocês sobre o que aconteceu comigo e a síndrome do pânico.

Resultado de imagem

Primeiro queria deixar bem claro que ninguém é igual a ninguém, as coisas acontecem de formas diferentes para todos.

Definição da Síndrome do Pânico pela Wikipédia

Transtorno de pânico ou Síndrome de pânico é um transtorno de ansiedade caracterizado por um intenso medo ou/e mal-estar com sintomas físicos e cognitivos que se iniciam de forma brusca e alcançam intensidade máxima em cerca de 5 minutos e causando medo de morrer persistente e recorrente, o que aumenta a chance de outros ataques. No Brasil, cerca de 1% da população tem um ataque de pânico por ano e 5% dos adultos relatam já terem tido pelo menos um ataque de pânico na vida, 1% deles acompanhado de agorafobia

Vou tentar resumir a história. 

Trabalhei 5 anos na mesma empresa, era como minha segunda casa, até que fiquei trabalhando sozinha no administrativo, antes éramos em 3 as vezes 2. 
Eu que gosto pouco de falar rsrsrs, ficava sozinha boa parte do dia. Até então tudo bem, foi então que surgiu a vaga de gerente, eu que já sou formada, já tinha 5 anos de empresa esperava pela oportunidade, maaaas nem tentaram, contrataram um homem! Claaaaro né.....

Só que o infeliz, não sabia nem mexer em e-mail, não sabia usar Excel e por ai vai. Eu só passava raiva. 
Me vi todos os dias desestimulada no trabalho, achava que eu não era capaz, via minha vida indo pelo ralo, não ficava com meus filhos, passava o dia todo dentro da empresa e passei a ter medo da morte.

Juntamente como tudo isso, eu estava morando na casa da sogra até que a minha casa ficasse pronta, isso agravou muito, já fazia 1 ano que eu estava lá, eu queria alugar mas meu marido não queria (claro né, ele estava perto da mãe, mas eu não). Chorava todos os dias, implorava à Deus que não me levasse antes de eu poder viver, pois sabia que aquela não era a vida que eu queria pra mim, eu queria viver.

Meu pensamento não me obedecia mais. 

Quando eu estava fazendo algo de bom, eu só conseguia pensar "depois que eu morrer não vou mais fazer isso, as pessoas vão me enterrar e vão me deixar sozinha no cemitério e vão viver suas vidas".

Quando esses pensamentos vinham, eu passava mal, me dava falta de ar, tontura, sensação de morte, o coração acelerava, doía minha barriga, meu corpo gelava, era como se eu estivesse morrendo. Isso me causava enorme desespero, e as pessoas não sabiam como me ajudar. 

O diagnóstico

Foi quando um dia minha filha teve febre e levei ela ao Pronto Socorro, só que comecei a ter medo dela morrer, eu olhava pra ela e não via melhora, via aparece manchas vermelhas nela, achava que ela estava morrendo. 
Foi quando eu passei mal e desmaiei. 

Fui atendida ali mesmo, eu não parava de chorar, tremer e pedir pra não me deixarem morrer, nada me acalmava. Minha mãe chegou, ela nunca tinha me visto daquele jeito, só meu esposo. Ela chorando perguntou ao médico o que eu tinha, ele então pediu a presença de um psiquiatra, ali eu tremia mais ainda chorava sem parar, os médicos me fizeram perguntas, eu respondi a todas ainda chorando, até que veio o veredicto. "Você está com Síndrome do Pânico", me passou remédios para tomar.

No outro dia, tomei o remédio, meu Deus! Foi pior ainda, piorei, parecia que os sintomas tinha piorado. Procurei pessoas que já tiveram esse problema e me relataram que é assim mesmo nos primeiros dias. Foi ai que pensei, "como assim, vou tomar um remédio pra ficar pior? Eu sou forte, preciso sair dessa sem remédio."

Foi quando parei pra analisar minha vida, sobre quando isso começou e o que fazia piorar. Entendi que meu trabalho, o lugar que eu morava, tudo isso fazia eu ficar pior. Foi então que consegui convencer meu marido a alugar uma casa até nossa casa ficar pronta, isso demorou mais 3 meses só, e pedi pra me mandarem embora do emprego, graças a Deus eles aceitaram.

A partir daí tudo ficou melhor. Claro que ainda tive crises, com menor frequência. E óbvio também, que nem todas as pessoas vão conseguir identificar as causas disso, pois nem sempre é simples e claro como era no meu caso. Mas de uma coisa tenho certeza, dinheiro nenhum no mundo paga sua saúde, sua  paz e sua felicidade.

Lembrando que sou muito apegada a Deus, sempre falei com ele durante todo esse tempo, não me afastei, pelo contrário, só o amei mais ainda, e pedia que ele me deixasse com meus filhos. É um medo que nem mesmo eu sei explicar. Algo incontrolável. 

Hoje trabalho como Pedagoga (minha formação), já moro na minha tão sonhada casa e estou bem mais feliz. 

Gente se eu esqueci de falar algo, me desculpem, ainda é muito novo pra mim falar sobre isso de maneira natural, ainda tenho medo que volte rs, só tomei os remédios por dois dias, e depois de um tempo mais um dia por uma crise de ansiedade quando a casa estava quase pronta rsrs....

Bom fico por aqui, pretendo gravar um vídeo sobre o assunto. Vamos ver se crio coragem de dar as caras rsrsrs 

Miiiil beijos a todos!!!!

Obrigada pela compreensão desse tempo longe de vocês!



Feminismo

Resultado de imagem para feminismo


Tendo eu colocado o nome do meu Blog de Fefeminina, até que demorei muito para falar sobre o tema né; Lembrando que o nome do Blog não tem a ver com essa luta, aliás já expliquei aqui no site sobre a escolha do nome rs...

Um termo que está sendo muito usado graças as manifestações feitas pela internet, na luta contra o assédio, estupros e desvalorização da mulher no mercado de trabalho. E eu pouco sabia sobre ele, ainda sei muito pouco

Já tinha e ainda tenho minhas próprias opiniões sobre o assunto, mas quis trazer algo neutro sobre o tema, ou pelo menos tentar ser neutra.

Nesse sentido compreendi que se trata de uma luta pelos direitos das mulheres, mas não diz se é uma luta travada apenas pelas mulheres, digo isso pois já ouvi algumas mulheres que se dizem feministas, não sei se podemos considerá-las de tal maneira, dizer que os homens não devem se considerar feministas. O que gerou uma dúvida, já é uma luta pelo direito das mulheres, o que impede de um homem ajudar nesse sentido? 

Não sei, quem souber pode deixar nos comentários para eu deixar de ser tão leiga sobre o assunto. 

Seguindo ...


Encontrei no Google um significado para a palavra Feminismo:

feminismo
substantivo masculino
  1. 1.
    doutrina que preconiza o aprimoramento e a ampliação do papel e dos direitos das mulheres na sociedade.
  2. 2.
    p.met. movimento que milita neste sentido.

Entendo que existem vários tipos de maneiras de enxergar as coisas, e dependendo de onde formos pesquisar encontraremos relatos sobre diversos assuntos de uma forma ou de outra, que vise enfatizar seu modo de pensar, óbvio. Deste modo preferi pesquisar sobre o assunto de uma forma que eu não havia pensado ainda, para "combater" com o meu pré-conceito sobre o tema. Lembrando que não é preconceito, é pré-conceito. 

Já pensei sobre o assunto e não me considerei feminista até então, pois já havia visto muita discussão agressiva sobre o assunto por parte tanto das feministas quanto do restante da população, que não sei se chamarei de machista neste caso. 

No entanto de uma coisa tenho certeza: nenhuma ideia deve ser posta goela abaixo de ninguém, ainda que seja uma boa ideia, ainda que seja uma luta nobre para erradicar a mortalidade infantil, que é uma causa muito nobre. Acredito que para que se garanta o respeito deve se respeitar primeiro, ainda que o pensamento do sujeito seja pra você, nojento e asqueroso. 

Então pensando dessa forma, pesquisei e percebi que a causa feminista é nobre sim, mas que também, como sempre, existem frutas podres, assim como em todos as outras lutas, profissões, ambientes e etc;

Ou seja, toda generalização é burra. Essa frase não é minha, e não sei de quem é então usei sem citar mesmo kkk

Sendo assim quero deixar aqui uma sugestão que achei bacana, encontrei um texto no site Me explica que me deixou bem mais lúcida sobre o tema, nele a autora Rafaela Marques, fala sobre feminismo, machismo, humanismo, sobre a legalização do aborto, casamento, assédio e coisas pertinentes a luta. 

O link está ai, acho válido lerem sobre o tema, conhecer antes de julgar, e pensarmos antes de generalizar, e claro por fim ter sua própria opinião, e o mais importante sem agredir (seja moral ou fisicamente) quem pensa diferente de você. 

Afinal existem frutas podres em todo lugar.